ComunidadeaBíblia.Net

 
Home Estudos Bíblicos Deus sabia que Adão iria pecar?

Deus sabia que Adão iria pecar?

Quem nunca se perguntou: Afinal, Deus sabia que Adão iria pecar ou não? A princípio a resposta pode parecer óbvia. Mas se pararmos para analisar nos depararemos com um imenso mar de dúvidas e discussões. Alguns afirmarão que Deus é onisciente, enquanto outros dirão que se Deus soubesse da queda do homem não iria criá-lo.

Vamos discutir os dois pensamentos à luz da bíblia, a fim de chegarmos a uma conclusão segura.

Desde a minha infância que esta dúvida martelava minha cabeça: Deus sabia que Adão iria pecar ou não? Tive inúmeras oportunidades de perguntar a irmãos mais entendidos na Palavra, todos afirmaram algo, mas sempre sem provas, nada que pudesse convencer a mente de uma criança questionadora. Cresci, e não sei se por coincidência, mas eu acredito que foi plano de Deus, conheci minha noiva, e ela também carregava a mesma dúvida sem resposta na mente: Deus sabia que Adão iria pecar ou não?

O primeiro pensamento: quando nos deparamos com esta pergunta, à primeira vista, meio que espontaneamente, lembramos da onisciência de Deus (Hb 4:13; Sl 139:1-4) e logo sustentamos em nosso coração a certeza de que Deus sabia do futuro da humanidade momentos antes de criar o homem e pô-lo no jardim do Éden (Gn 2:7,8) e que ainda assim decidiu criá-lo.

O segundo pensamento: Para mim sempre foi difícil aceitar a idéia de que Deus sabia do pecado do homem antes de criá-lo. Contudo, ao ir amadurecendo os pensamentos, fui levado, junto à minha noiva, a uma série de raciocínios ligados a esse assunto. Nós comecávamos a sustentar a possibilidade de Deus não saber da concretização do pecado humano antes de dar vida a Adão. Nossa grande base para este fundamento eram outras questões: Se Deus sabia que Adão iria pecar e mesmo assim o criou, Ele não teria uma parcela de culpa? Quais seriam os motivos que levariam Deus a ignorar este fato? E como nós nunca acreditamos em um deus culpado, essas indagações nos firmavam cada vez mais na possibilidade de Deus não saber da atitude de Adão e Eva. A primeira contrapartida que nos deparamos foi, obviamente, a onisciência de Deus, mas aí pensamos: Deus tinha motivos para usar de sua onisciência naquele momento? Afinal Ele estava prestes a criar um ser ao qual Ele daria livre-arbítrio, logo, por que sondaria seu futuro? Também nos deparamos com pessoas que afirmaram que Deus sabia que Adão pecaria, mas que Ele queria testar. Bem, aí nem tínhamos o que comentar. Se Deus o sabia não precisaria testar nada.

Como o homem não pode concluir as verdades Sagradas por intermédio único de sua mente (1 Co 4:2), agora estávamos cada vez mais confusos. Somente uma resposta fundamentada totalmente na bíblia poderia nos levar a uma conclusão segura. E a nossa tão esperada resposta foi encontrada no último livro da bíblia, como citação de um livro que eu folheava, e aí está a importância do crente estar sempre observando a Palavra de Deus e outras literaturas auxiliares: “E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” (Ap 13:8). Apesar de o versículo citado fazer parte do relato sobre “a besta que subiu do mar”, revelação do próprio Cristo á João, o mesmo trás nossa resposta de forma um tanto clara quanto oculta. Quando o escritor registrou o termo “do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” É notório que ele quis dizer que desde a fundação do mundo sabia-se que o Cordeiro iria morrer. Sabe-se também que Cristo, o Cordeiro, morreu unicamente para pagar os nossos pecados (Is 53:4-7). Sendo assim, podemos concluir do texto de Ap 13:8 que desde a fundação do mundo Deus já sabia que Cristo iria morrer como ovelha muda, na cruz do calvário, para pagar os pecados da humanidade. Desde a fundação do mundo Deus já sabia que o homem que Ele criaria iria pecar.

Mas então por que Deus criou o homem já sabendo que o mesmo iria pecar? Essa foi a minha pergunta após ter lido o texto de Ap 13:8. Mas agora eu tinha certeza: Antes de criá-lo, Deus já sabia que Adão iria pecar. Cabia a mim, tentar entender por que. Fui me perguntando: Porque Deus criou o homem se Ele já sabia que Caim mataria seu irmão Abel? Se Ele já sabia sobre o massacre de Hitler, sobre a primeira e segunda grande guerra mundial? E muito mais amplo que tudo isso, se Ele já sabia que teria que assistir a morte de Seu Filho amado e ainda ouvi-lo exclamar em grande voz, dizendo: Eloí, Eloí, lemá sabactâni? Que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? (Mc 15:34). Então eu pude enfim entender que a resposta para tudo isso é tão simples quanto incompreensível à mente humana: Foi tudo uma questão de amor! Deus possui um amor pelo homem com uma intensidade tão ampla que é praticamente impossível compreendermos. O amor de Deus por nossas vidas é muito maior que toda dor que nós o proporcionamos. Deus nos amou antes mesmo de nós existirmos e continua a nos amar de forma inexplicável de forma incompreensível, de forma divina! Entender o amor de Deus para com o homem é infinitamente mais difícil que entender o amor que leva uma pessoa a oferecer a outra face do rosto ao ser agredida, que o amor que leva o homem a pagar o mal com o bem. O amor de Deus para com o homem além de inexplicável é infinito e sublime. Sem esse amor nada seríamos (1 Co 13:1,2).

Escrito originalmente em: 20/07/2007



App Caixinha de Promessas

 

Caixinha de Promessas

"Os que semeiam em lágrimas, com cânticos de júbilo segarão." Salmos 126:5

[Inclua em seu site]



 


Publicidade