ComunidadeaBíblia.Net

 
Home Estudos Bíblicos O espinho da carne de Paulo

O espinho da carne de Paulo

>> A Bíblia Vulgata
>> História da Tradução da Bíblia – Parte IV
>> História da Tradução da Bíblia – Parte III
>> História da Tradução da Bíblia – Parte II
>> História da Tradução da Bíblia – Parte I
No livro de 2º Coríntios cap 12 vs 07 os Apóstolo Paulo diz:” E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte.”

Mas o que seria ou do que se trataria este “espinho na carne”? Consultando as bíblias de Estudo Almeida e NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje), conseguimos compreender alguns pontos que apontam para um entendimento mais amplo do que foi este “espinho na carne.” Podemos entender basicamente três pontos, sendo: Uma experiência dolorosa, uma dificuldade que o cercava e Enfermidade.

1 - Uma experiência dolorosa: Uma nota na bíblia de Estudo Almeida (ao texto em questão), refere-se "figuradamente, a alguma experiência muito dolorosa...”. assim o “espinho na carne” pode ser entendido como metáfora aludindo a uma espécie de situação dura e de difícil convivência. O texto na NTLH traz “recebi uma doença dolorosa”. E na nota da bíblia de Estudo NTLH diz que, em função da expressão ''como um espinho em meu corpo’( v. 7 ) indica que lhe causava ‘muita dor’.
 
2 - Uma dificuldade que o cercava: o dicionário da Bíblia de Estudo Almeida apresenta, em especial, duas acepções interessantes da palavra espinho no texto:
 
a) Dificuldade – Em Provérbios cap. 15 vs.19, está escrito. “O caminho do preguiçoso é como que cercado de espinhos, mas a vereda dos retos é plana”.
 
Vale a pena observar as versões RA (Revista e Atualizada) e NTLH neste versículo:
 
NTLH: “o preguiçoso encontra dificuldades por toda parte, mas para a pessoa correta a vida não é tão difícil”.
RA: “o caminho do preguiçoso é como que cercado de espinhos, mas a vereda dos retos é plana”. Desta forma Paulo poderia estar se referindo a alguma dificuldade que o acompanhava e causando dores e prejudicando o seu trabalho.
 
b) Doença – Com uma indicação de provável complicação com os olhos, com base em Gálatas cap. 4 vs.15 e cap. 06 vs.11.
 
3 - Uma enfermidade: O texto de Gálatas cap. 4 vs.13 e14 nos mostra que Paulo admitiu ter uma enfermidade física (RA) que lhe causava dificuldades. Na NTLH aparece a palavra “doente”; e no verso 14 diz que “seu estado de saúde” foi uma prova dura para os gálatas que, mesmo assim, o trataram com dignidade.
 
Logo, podemos entender o espinho na carne de Paulo como uma experiência dolorosa, que se constituía numa dificuldade que o acompanhava e o prejudicava muito, provavelmente uma enfermidade grave, difícil e dolorosa.
 
Fonte:
Este texto foi originalmente produzido por: Lécio Dornas: Teólogo, escritor, especialista em Educação Religiosa, pastor da Igreja Batista Dois de Julho em Salvador-BA


App Caixinha de Promessas

 

Caixinha de Promessas

"na qual exultais, ainda que agora por um pouco de tempo, sendo necessário, estejais contristados por várias provações," I Pedro 1:6

[Inclua em seu site]



 


Publicidade