ComunidadeaBíblia.Net

 
Home Principal Notícias Principal Estudantes "cobaias" do kit gay causam indignação dos evangélicos

Estudantes "cobaias" do kit gay causam indignação dos evangélicos

>> Tema da Parada do Orgulho LGBT causa polêmica
>> Hackers invadem site de orgulho gay e publicam mensagem bíblica
>> Voltando ao ar!!
>> Lançamento do Epidemic 3.2 RC1
>> Dia da Bíblia 2010

Denúncias de que estudantes foram obrigados a assistir os vídeos do ‘kit gay’ causam indignação por parte dos deputados evangélicos.

Denúncias recentes de estudantes da escola armando Nogueira, alegando que foram cobaias e obrigados a assistir os vídeos do ‘kit gay’ contra a homofobia que havia sido suspenso, causam indignação por parte dos deputados evangélicos.

O secretário de justiça e Direitos Humanos, Henrique Corinto, foi convocado pela bancada evangélica na Assembléia Legislativa do estado, no início do mês, para explicar as denúncias feitas sobre a distribuição dos kits anti-homofobia, de acordo com A Gazeta.

“Nós recebemos denúncias de estudantes e de pais de alunos, que na escola Armando Nogueira, os professores estavam obrigando os alunos a assistirem os vídeos. Muitos estudantes reclamaram que sequer puderam sair da sala que foi trancada,” explicou o deputado Astério Moreira (PRP).

Segundo Moreira, o próprio diretor da escola confirmou que estava sendo obrigado pelo secretário de educação a exibir os vídeos. Os deputados ficaram indignados ao saber que mesmo sendo suspensos os vídeos continuaram a ser exibidos aos estudantes do Acre, com alegação de ser projeto piloto.

“Isso é crime. Quer dizer que estão usando nossas crianças como cobaias?” reclamou a deputada Antônia Sales (PMDB).

O pastor José Wildson, presente na reunião, disse ao secretário que se o governo insistisse na divulgação do material a sociedade seria mobilizada contra a prática. “Se é proibido falar de religião nas escolas por que é obrigado falar de homossexualismo? Não vejo bom senso nessa medida e vamos reagir contra.”

O pastor ficou indignado e esclareceu que eles defendem a família e não são contra os homossexuais. “Somos contra a indução, a apologia à prática,” disse ele.

O secretário de Direitos Humanos decidiu a suspensão da exibição dos vídeos na escolas públicas da capital. “O assunto é polêmico e deve ser melhor esclarecido. Não queremos alimentar polêmica por isso decidi suspender a partir de hoje,” disse Henrique Corinto.

Fonte: The Christian Post; Folha Gospel

 



App Caixinha de Promessas

 

Caixinha de Promessas

"Jesus, fixando neles o olhar, respondeu: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível." Mateus 19:26

[Inclua em seu site]



 


Publicidade