ComunidadeaBíblia.Net

 
Home Artigos A Bíblia foi modificada?

A Bíblia foi modificada?

>> Oratio, mediatio e tentatio
>> Trajetória da Bíblia Sagrada no Brasil
>> A memória, o que traz esperança
>> A autoridade da ressurreição de Jesus Cristo
>> "Piercing" Liberdade ou Escravidão?

Será que a Bíblia não foi modificada ao longo dos anos? Essa é a pergunta de muitas pessoas que, de algum modo, têm medo de tornarem-se seguidores de uma religião falsa. Mas será que existe uma forma de provar a imaculidade bíblica? Vamos abordar aqui dois pontos importantes e muito perceptíveis sobre a integridade dos textos da Bíblia atual.

Uma verdade absoluta é que a Bíblia Sagrada é a base da religião Cristã, seja ela protestante, católica ou variantes. Talvez por fazer parte da maioria, é que a Bíblia seja tão "atacada" no mundo inteiro. São muitas as pessoas que afirmam (sem provas) que o Livro Sagrado teve os seus textos modificados ou adaptados aos interesses das religiões.

Várias traduções

O primeiro forte indício da veracidade bíblica está justamente nas diversas traduções existentes atualmente que, apesar de possuírem diferentes linguagens, sempre mostram o mesmo contexto.

Não estamos falando de versões diferentes, como é o caso das versões Almeida, que são na verdade apenas atualizações da tradução inicial. Estamos falando de traduções realizadas por diferentes pessoas, como é caso de uma das traduções utilizadas pelos protestantes, a já citada Almeida traduzida durante a segunda metade do século XVII e da tradução usada pelos católicos, a Vulgata traduzida por S. Jerônimo entre 385 e 405 dC.

Apesar de terem sido traduzidas por pessoas diferentes e em diferentes datas, a Bíblia Sagrada mostra o mesmo contexto, sem discordâncias ou distorções.

A única diferença entre as duas traduções discutidas acima é o fato da versão Católica possuir cinco livros a mais em relação à versão protestante, os chamados livros apócrifos são:

(clique no nome do livro para consultar o respectivo texto em http://www.bibliacatolica.com.br/)

Descobertas arqueológicas

Até o início da década de 1940, as cópias de manuscritos bíblicos mais antigas datavam de 900 d.C. Foi quando a arqueologia chegou para testemunhar a favor da Palavra de Deus. Em 1947, foram encontrados vários manuscritos do Antigo Testamento numa caverna na região do Mar Morto, que haviam sido esquecidos há séculos. Um rolo do profeta Isaías estava inteiro [1]. Os textos encontrados pelos arqueólogos foram comparados com cópias de um milênio após e com os textos atuais da Sagradas Escrituras, o resultado da comparação é mais um forte indício que os textos bíblicos não foram modificados ao longos dos séculos. Veja o que diz Sir Frederic Kenyon, presidente da Escola Britânica de Arqueologia lhe diga: “O cristão pode tomar a Bíblia em suas mãos e afirmar sem medo ou hesitação, que está segurando nas mãos a verdadeira Palavra de Deus, transmitida de geração em geração, através dos séculos, sem nenhuma perda especial.” [1]
 
 

Referências:
[1] http://www.esperanca.com.br/index.php/Mensagens/1-EstaEscrito/69-livro
Fontes:
http://www.sbb.org.br/interna.asp?areaID=124&p=29
http://www.bibliacatolica.com.br/dicionario/21.php
http://www.bibliacatolica.com.br/


App Caixinha de Promessas

 

Caixinha de Promessas

"Bem-aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar a ti, para habitar em teus átrios! Nós seremos satisfeitos com a bondade da tua casa, do teu santo templo." Salmos 65:4

[Inclua em seu site]



 


Publicidade