ComunidadeaBíblia.Net

 
Home Artigos Para os Pequeninos

Para os Pequeninos

>> Nam(ORAR)
>> Sermão de casamento - Socorro!
>> Curso de Teologia Online: Onde encontrar?
>> Breve história do dia da Bíblia
>> Criação ou Evolução? Em quem devo acreditar?

“[...]7 Dai a cada um o que lhe é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.

8 A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei.[...]” Romanos 13: 7 e 8.

Ao ler essa passagem de Romanos, percebemos uma exortação em relacionada com a dificuldade do homem de se submeter a autoridades. Ali podemos identificar algo que somente os pequeninos em Deus conheceram: Vivemos em um mundo onde o padrão é alto, e muitas vezes por nós mesmo não conseguimos cumpri-lo.

 

Mas o porquê disso? O que quer dizer com isso? Esse irmão está ficando doido, tenho certeza que está!

Antes de terem certeza disso, deixe-me explicar a ideia, em Genesis 01:26 ao 31, disse Deus façamos o homem, para que domine tudo o quanto há na terra, e termina assim:

“[...]31 E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. E foi a tarde e a manhã, o dia sexto.”; perceberam? Antes em todas as criações o Senhor sempre percebia que era “bom”, mas depois que criou o homem, Ele percebeu que era “muito bom”.  E como sabemos, o mesmo homem feito pelas mãos do Criador caiu, pecou e se afastou mais e mais do Senhor.

Deus percebeu que os seus padrões para os homens (fracos e maculados pelo pecado) era muito alto, digo alto e não impossível, pois temos exemplos de homens que andaram segundo a vontade de Deus, mas o Pai não estava interessado em salvar duas ou três pessoas, pensem vocês como é fica a cabeça de um pai ao ter que escolher qual dos seus filhos vai comer a refeição, que por coincidência é não é suficiente a todos, ou qual deles vive em um jogo macabro de roleta russa. Assim também pensou Deus e viu que por mais que usava os seus profetas, o povo não o respondia da forma como era necessário.

Foi ai que a ideia surgiu: “Que tal descermos até lá, viver a vida deles, e através do sacrifício que se faz necessário, dar-lhes graça a e ajuda para se encaixar nos padrões de Deus?”. Assim pensaram e fizeram. Desceu Jesus, deixando de lado a glória que lhe era de direito e morrendo por homens e mulheres imundas.

Irmãos, você pode ter 2 metros de altura, pesar 400 KG, ter um braço de 70 cm de puro musculo, mas para Deus você e eu sempre seremos vistos como pequeninos, como crianças que precisam ser educadas nos padrões de Deus. O sacrifício de Jesus não diminuiu os padrões de Deus, muito pelo contrário, serviu para dizer: ”Pai é possível sim, ir lá e viver entre eles, e ser salvo segundo os teus padrões, mas assim como eu precisei de ajuda pra levar aquela cruz no caminho, eles também precisam da nossa ajuda, precisam ser fortalecidos, precisam encontrar-te e ver o que eu vejo, precisam te conhecer meu Pai”.

O sacrifício de Jesus nos proporciona acesso diário ilimitado a Deus, nos proporciona força ante as pedras do caminho, nos faz pequeninos, nos faz DEPENDENTES DE DEUS, e é sendo pequenino que podemos nos adequar aos padrões Dele, pois sendo pequeninos é Ele quem conduz o “carro das nossas vidas”.

O sacrifício de Jesus nos possibilita, a falar do amor de Deus, e principalmente como dito acima, amar e tão somente amar o teu próximo, pois através do sacrifício de Cristo não devemos mais nada a ninguém! Se hoje somos o que somos e podemos desfrutar das dispensações de Deus por conta disso.

Esse foi o presente de Deus para os seus pequeninos.



App Caixinha de Promessas

 

Caixinha de Promessas

"Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará desde o raiar da alva." Salmos 46:5

[Inclua em seu site]



 


Publicidade