ComunidadeaBíblia.Net

 
Home Esboços Tempo, Dinheiro e Talentos

Tempo, Dinheiro e Talentos

>> Coisas essenciais ao cristão
>> O filho perdido
>> O verdadeiro discípulo de Jesus - Parte III
>> O verdadeiro discípulo de Jesus - Parte II
>> O verdadeiro discípulo de Jesus - Parte I
O que vamos comentar nessa ponderação, refere-se a entrega incondicional do crente a Deus. Como prova de que a vida que vivemos não mais nos pertence, conforme aplica o apóstolo Paulo em sua carta aos Gálatas 2.20. Tudo que seja nosso ou esteja em nós deve ser entregue ao Senhor. Abordaremos em princípio três elementos aos quais nos apegamos e sofremos a tentação de dizer que é nosso. Os três têm importância comum, consolidados entre si, formam a base do indivíduo, e é justamente aí que Deus quer agir. As pessoas possuem em quantidades diferentes, mas Deus não avalia o quanto cada um possui, e sim, quanto do que temos está a sua disposição. (Lc 21.1-4).

O TEMPO
A maioria das vezes que a Bíblia utiliza a palavra tempo, refere-se a uma época ou década, etc... Não é sobre isso que vamos esboçar no nosso contexto. Queremos comentar o quanto do nosso tempo oferecemos a Deus. Quando tratamos desse tempo, também não queremos dizer que as pessoas devam estar 24 horas na igreja ou, passar o dia, da manhã à noite lendo as escrituras ou orando, enfim. No entanto, nunca se deve negligenciar as oportunidades de freqüentar a igreja, ler a Bíblia e orar. Quando substituímos nossas responsabilidades para com Deus com outros afazeres, é nesse ponto que erramos. Devemos usar mais o nosso tempo em favor do reino de Deus, em qualquer lugar onde estivermos.

O DINHEIRO
Umas das maiores críticas que as igrejas evangélicas recebem hoje, é em relação ao dinheiro que é arrecadado. Muitos não se importam em gastar o salário em jogos ou vícios, (bebidas, drogas, cigarros etc...), mas, se inquietam quando alguém se converte e torna-se um dizimista fiel. A Bíblia fala em dinheiro do Gênesis ao Apocalipse. O reino de Deus é promovido na terra por meio de doações. A igreja do Senhor só pode existir se houver pessoas para mantê-la. Quando nós dizimamos e ofertamos estamos fazendo bem para nós mesmos (Deus retribui) e também para o próximo. Quando a igreja possui recursos, muitas frentes de pregação do evangelho são abertas e muitas pessoas são alcançadas pelo evangelho. Quando investimos nossos recursos no reino de Deus, estamos expressando que somos apegados a coisas materiais. Aprendemos também a depender de Deus e lhes retribuímos como forma de gratidão. (Lc 6.38).

TALENTOS
O Dicionário dá o significado para talentos assim: 1 - aptidão, habilidade, capacidade, inclinação; 2 - engenho, gênio, inteligência.
Muito mais se poderia fazer para Deus se cada um se dispusesse e colocasse diante dele suas aptidões. Nas parábolas de Jesus está inserido o ensino sobre prestação de contas que deveremos fazer diante de Deus. A parábola do credor incompassivo (Mt 18.23-25); a parábola dos talentos (Mt 25.14-30).
Fazer doações é um fato constante em toda narrativa bíblica, a começar pelos filhos de Adão e Eva, quando, cada um ofereceu o que propôs no coração; e Deus julgou os motivos de ambos, aceitando um e rejeitando o outro. Isso deve ser levado em consideração quando vamos oferecer a Deus alguma coisa, quer seja o tempo, dinheiro ou nossas habilidades.

Pr. Israel Rezende
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.



App Caixinha de Promessas

 

Caixinha de Promessas

"E herdá-la-á a descendência de seus servos, e os que amam o seu nome habitarão nela." Salmos 69:36

[Inclua em seu site]



 


Publicidade