ComunidadeaBíblia.Net

 
Home Estudos Bíblicos Revelações e expulsão de demônios são possíveis nos dias de hoje?

Revelações e expulsão de demônios são possíveis nos dias de hoje?

>> O Antigo Testamento é importante?
>> Cuidados na hora da pregação
>> Batismo do Cristão
>> A importância do Batismo
>> Santa Doutrina, qual é?

Para falarmos sobre revelação temos que compreender o que vem a ser uma. Quando falamos da vontade de Deus nas escrituras, podemos concluir que revelação é o ato pelo qual Deus fez saber aos homens os seus mistérios, sua vontade, a princípio no momento da criação, depois por Moisés e os profetas, e finalmente por Jesus Cristo.

O homem se autodestruiu com o seu pecado, portanto, Deus com sua graça colocou em vigor um plano de salvação. Foi, no entanto, escolhido homens na Terra no qual Deus 'REVELOU' à eles a sua vontade (mandamentos, instruções, avisos, etc.).

Em uma de suas revelações, Deus permitiu que José filho de Isaque interpretasse os sonhos do faraó. Faraó, portanto, fez de José um homem muito importante na terra do Egito.

Obs: José vem da linhagem de Abraão, o homem que Deus prometeu uma terra, uma nação e uma benção a todas as nações através do seu descendente (Jesus).

Gn 46: 1 - 4 Deus mandou que Isaque descesse para o Egito, e a grande nação que Deus prometeu a Abraão iria se cumprir lá.

Mas, o que a revelação tem a ver com essa história? José era grande no Egito, isso facilitaria e muito a vida e a proliferação de sua família nessa terra que era fértil, banhada pelo rio Nilo.

O resultado do aumento do povo de Deus é mostrado já no primeiro capitulo de Êxodo.

Sendo assim, a revelação do sonho do faraó, foi de suma importância para se cumprir o plano de Deus para a nossa salvação.

Mais pra frente o povo entra na terra prometida por Deus à Abraão e a história segue até se cumprir a terceira promessa, "... todas as nações seriam abençoadas através do seu descendente". Jesus chegou e nos abençoou revelando o seu Evangelho (as Boas Novas).

As revelações relatadas na bíblia seguem somente para um propósito: " O cumprimento da vontade de Deus para a nossa salvação".

E hoje temos a bíblia como a revelação dos fatos ocorridos e como a revelação das instruções de Deus para a nossa comum salvação.

Não podemos confundir coincidências, sonhos, frases humanas ou relatos que nos parecem uma revelação pois: "...Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos...." Jd 1 : 3.

A fé (Evangelho revelado por Deus) foi entregue uma vez por todas.

Conclusão: Não existem mais revelações além daquela que já nos foi revelada. E infelizmente muitos homens ensinam de uma forma errada.

Curas, Expulsões, Etc.

E naquela época, pra confirmar que as pessoas realmente falavam coisas de Deus, Cristo deu autoridade aos 12 apóstolos para saírem ao mundo anunciando a palavra de Deus, a expulsarem demônios e batizar as pessoas em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

A bíblia muitas vezes mostra mandamentos gerais e específicos. Não devemos mentir, pois é um mandamento geral, dado como instrução a todos, mas não devemos também levar nossos filhos para serem sacrificados, pois foi um mandamento que Deus deu somente para Abraão para testar a fé dele. E expulsar demônios, curar e até mesmo ressuscitar, foram ordens especificas dadas aos apóstolos para confirmar que eles eram de Deus.

Quando Cristo subiu aos céus, seus homens continuaram o seu trabalho, expulsando demônios, pregando o reino do céu e batizando muitas pessoas para a salvação.

Esses apóstolos não somente receberam a autoridade de expulsar esses demônios, mas também autorizavam pessoas a expulsar e curar. Leiam Atos capítulo 8.

Tal homem chamado Simão, fazia mágicas e aludia o povo com as suas apresentações. Essas pessoas que lhe davam ouvidos o chamavam de “O grande poder de Deus", mas não sabiam que estavam sendo enganadas.

O apóstolo Felipe caminhava por esta região evangelizando o reino do céu, e muitos se converteram naquele momento, até mesmo Simão (o mágico) "abraçou a fé".

É importante notar que o batismo daquelas pessoas estava sendo feito em nome de Jesus, sem o Espírito Santo.

Pedro e João desceram para Samaria onde estava Felipe e os convertidos e orando, colocavam "as mãos e recebiam estes o Espírito Santo”. (versículo 17)

Agora, no versículo 13, nos mostra o quão maravilhado ficava Simão com os sinais e grandes milagres praticados. Como ele era um mágico, e suas mágicas não passavam de truques, então ele queria também fazer o que os apóstolos faziam.

E novamente o detalhe mais importante desta história, o versículo 18 mostra que o Espírito era concedido apenas pela imposição das mãos dos apóstolos.

Simão não tinha este poder, mas tinha algo mais precioso contigo, a salvação, pois havia ele sido batizado para a remissão dos seus pecados. Mas o intento do seu coração foi maior, ele ofereceu dinheiro para receber o poder de expulsar demônios, fazer curas, fazer sinais.

Seguindo a história, ele se arrependeu, depois da repreensão de Felipe.

Mas colocando este fato para os dias atuais. Através das cartas de Paulo, e dos demais apóstolos, temos o mandamento repassado a todos nós, para levarmos a palavra ao mundo e batizar as pessoas em nome do Pai e do Espírito Santo, mas não temos a autoridade de expulsar nem curar enfermos a não ser que encontremos por aí um dos 12 apóstolos de Cristo ainda vivo, para impor-nos as mãos e nos conceder o poder que eles haviam recebido de Jesus o que é impossível.

Esses homens que expulsam e curam hoje em dia são iguais a Simão o mágico, aludem as pessoas com seus enganos, mas da mesma forma que Simão quis pagar um preço pelos poderes, eles estão oferecendo a própria alma para ganhar estatus, seguidores, fama e dinheiro.

Você discorda?

Veja a resposta do Evangelista Vitor Figueiredo a este estudo.



App Caixinha de Promessas

 

Caixinha de Promessas

"O conselho do Senhor é para aqueles que o temem, e ele lhes faz saber o seu pacto." Salmos 25:14

[Inclua em seu site]



 


Publicidade