ComunidadeaBíblia.Net

 
Home Reflexões Aos verdadeiramente pastores

Aos verdadeiramente pastores

>> Irmão Vitelino I
>> As quatro barreiras que Jesus teve que romper para falar a mulher Samaritana
>> A viúva de Naim
>> Qual deve ser a denominação da Igreja hoje?
>> O que é Fé?

“Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho;E que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si”. Atos 20:28-30

Se você não ‘se seu chamou a si mesmo’, mas foi chamado por Deus; se não tomou “para si esta honra” (Hb 5:4), mas recebeu de Deus o honroso mandato de cuidar de Seu rebanho (I Tm 1:1), não precisará temer o indubitável “mais duro juízo” (Tg 3:1).

Olhe por você mesmo, como ovelha, e busque no “Pastor e Bispo das nossas almas” a habilidade espiritual para apascentar, apascentar o Seu rebanho - “rebanho de Deus”; não o seu ou de sua denominação...

Vide o exemplo – Paulo “chamado para ser apóstolo” (Rm 1:1), “apóstolo, não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos” (Gl 3:1), “... apóstolo, pela vontade de Deus...” (Cl 1:1).

Se você foi chamado e está habilitado pelo Espírito Santo, certamente não só tem ‘apontado’, como João Batista, para Jesus, mas junto com o seu próprio rebanho têm se “voltado ao Pastor e Bispo das nossas almas” (I Pe 2:25),

Todo aquele que é “chamado” por Deus é muito mais que ‘professor de bíblia’ que ‘dá caras aulas de ensino religioso’ evangélico as quartas e domingos, esperando ‘transmitir idéias’, conceitos morais e comportamentos minimamente aceitáveis aos ‘alunos’ quase eternos (que não são reprovados e nunca se formam) esperando que o ‘rebanho’ se multiplique, tendo contra si a acirrada ‘concorrência’ (economia de mercado), os modismos religiosos-musicais, as divisões ocasionais (de ocasião), o ‘jubilamento’ dos alunos depois dos 70 anos e por fim os baixos índices de natalidade... Ah! Além de ‘audiência’ obrigatória, acredito não haver “mais duro juízo” para professores de ensino religioso do ‘ensino público’...

Se, contudo, seu interesse e alimento (o mesmo que serve ao rebanho) são as novidades quase circenses e não é a pessoa de Cristo, a não ser no natal, páscoa... Acorde! Se suas mensagens (verbal e vital) são doutrinas, regras, ‘macetes de oração’ (como pródigos professores de cursinho pré-vestibular), talvez você não O conheça.

Como o que está em jogo é muito mais do que profissão e ‘ministério’, é a tua eternidade, convém que faça o exame – não um auto-exame ‘psicológico’- mas o Exame do Alto (do Altíssimo, de Deus): “Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados." (II Co13:5)

Nossa aprovação não é doutrina certa, é Cristo – É Cristo mesmo, só Ele! “Cristo EM nós” (Cl 3:4)!

A ‘nota’ (se aprovados) cada um de nós receberá na proporção do zelo (com entendimento) aplicado a Verdade, edificando (individualmente) nossa “casa sobre a rocha” (Mt 7:24-27).

Se sua vida “É Cristo” (Cl 3:3) - Ele que “É tudo em todos” (Cl 3:11) - em mim, em você e em todo os nossos irmãos... então, alegre-se porque você recebeu a mais honrosa das ‘profissões’!

Todos nós que já O conhecemos anunciamos “as virtudes daquele (Cristo) que nos chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz...” (I Pe 2:9), e se você é pastor muito maior responsabilidade tem, se não por nada, pelo salário que recebe.

Se este não é seu negócio e sim o ‘quem quer dinheiro?!’, talvez devesse se candidatar a ‘trainee de Silvio Santos’ e ocupar lhe o posto, quando da já anunciada aposentadoria,recebendo assim melhor soldo e maior glória ‘na audiência dominical’.

Sendo você verdadeiramente pastor (é também, como nós, ovelha do rebanho do “Grande Pastor das ovelhas” – Hb 13:20),segue santa sugestão -Diagnóstico & Dieta:

1. Você se lembra quando “nasceu de novo”? Eras “recém nascido” (I Pe 2:2)... Meça agora o seu real (espiritual) ‘peso e tamanho’, compare-o com aquele que tinha quando você renasceu. Existe diferença? É significativa? Existe atraso no desenvolvimento? Que “estatura” tem você hoje no espírito - não no ego (Ef 4:13)?

2. Faça para você (só para você primeiro) uma dieta mais substanciosa cuja base seja o “fundamento de Deus” -  Cristo (I Tm 2:19) e que chegue pelo menos aos “rudimentos da doutrina” (Hb6:1-2)... Fique somente a Pão & Água - “Pão da Vida” e “Água da Fonte Viva” (Jo 4:14; 6:35)

3. Depois de testá-la repetidas vezes de modo ‘prático’ no seu dia a dia (não no‘teologismo’ ou ping-pong de textos bíblicos), comece a crer, exercite a sua fé, pois é ela (a sua fé) que será exemplo vivo para que o rebanho o siga, “imitando“ a sua fé.

O sacerdote está para Israel, assim como o Pastor para o povo de Deus... Se o papel é o mesmo, a receita é igual: “A meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano, e o farão discernir entre o impuro e o puro” (Ez 44:23; 22:26; Lv10:8-11).

Distinguir, discernir e constatar diferenças não é resultado de intensa pedagogia religiosa, nem se aprende num mini-curso de ‘exegese para leigos’... É fruto do saudável e ‘desinteressado’ estímulo por parte do pastor, para que as ovelhas exercitem sua inata habilidade espiritual, de crendo, ‘distinguir’...

DISCERNIR é muito mais do que diferenciar “o certo, do errado”. É ver (e andar) “no espírito” e não “na carne”, diferenciando, no seu ‘cotidiano prático’ e sem fanatismos, a origem (no evento diário),o que é gerado pelo ‘conhecimento do bem e do mal’ daquilo que procede ‘da Vida’– Vida que é “Cristo EM nós” (Cl. 3:3).

Alimentado com “o genuíno leite espiritual” (I Pe2:2), estimulado pelo pastor no exercício diário do discernimento(não só dominical), treina os seus sentidos espirituais..."Mas o mantimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal" (Hb 5:14).

O pastor que não faz diferença “entre o santo e profano, entre o que serve a Deus e o que não serve” (mandamento do Dono do Rebanho), mas a faz aquela carnal e interesseira diferença sociológica, a do “anel no dedo”, a do ‘ganho possível’, está “tomado por malignos pensamentos” (Tg 2:1-4), colherá, no tempo próprio as‘divisões’ (em parte por ele alimentadas), hematoma se por fim o “mais duro juízo”!(Tg 3:1)

Em vez de estar sempre trocando diariamente o ‘emplasto sabiá’ (seu e do rebanho), deixe de lado os ‘psicologismos’ que nada mais fazem do que produzir lustrosos, mas anêmicos crentes carnais...  Você os faz‘exemplos’, ‘modelos referenciais’ na sua igreja. Eles ‘não tem nem rugas’ e sob os holofotes eclesiásticos até brilham (de nédios), mas tem uma sintomática e doentia indisposição à vida (isso se forem santos) - são eles os que, por você ‘remendados’ (Lc 5:36), continuamente necessitam de‘conselhos’,os assíduos frequentadores do gabinete pastoral.

Os ‘outros’ (as suas ovelhas) “engordam, tornam-se nédios” e ao tempo oportuno lhe chegam os hematomas - em você e no rebanho de Deus... Coices que você ‘justamente’ não escapará, por ter lucrado e ajudado a engordar com dieta hipercalórica/ hiperegóica o seu pecador eleito! “E, engordando-se Jesurum, deu coices (engordaste-te, engrossaste-te, e de gordura te cobriste) e deixou a Deus, que o fez, e desprezou a Rocha da sua salvação” (Dt 32:15).

Se você anda ‘meio dolorido’ com os contínuos embates religiosos em sua ‘comunidade’, considere a real possibilidade de serem eles, de fato, seu rebanho (‘seu próprio’) e as dores, a justa recompensa  oriunda de hematomas dos coices daqueles que foram engordados (ou EGOrdados) pela sua carnal estratégia pecuária.

Não se engane quanto à sí mesmo, seus colegas de profissão ou ainda as suas ovelhas eleitas Não sendo eles regenerados (pastores e ovelhas) ”são cães gulosos, não se podem fartar...todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte” (Is 56:11).

MAS, se de fato você foi chamado por Deus (HONROSO CHAMAMENTO), tenha certeza que “Fiel é o que vos chama, o qual também o fará” (I Ts 5:24). Deus te bendiga! Sua Gloriosa Coroa de Glóra lhe aguarda!

Deixe de lado o Manual do Ministro, pare de dar uma breve ‘olhadinha’ na bíblia e faça dela(Manual Divino)oseu modelo de ‘Prática Pecuária’- João 10, Salmo 23, Jeremias... Pratique!

“Esta é uma palavra fiel: Se alguém deseja o episcopado, excelente pbra deseja” (I Tm. 3:1). “E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória” (I Pe 5:4).

Por isso, pastores, “Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto; nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho. E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória.” (I Pe 5:2-4) 



App Caixinha de Promessas

 

Caixinha de Promessas

"O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre." Salmos 121:8

[Inclua em seu site]



 


Publicidade